[Infográfico] Entendendo melhor as tabelas de preço das transportadoras

É bom saber quais os itens que as transportadoras levam em consideração na formatação de seus preços para que possamos compreender melhor as tabelas de preço que nos apresentam.

Por isso, os especialistas em gestão de fretes da GKO prepararam um infográfico detalhando tudo o que você precisa saber para não entrar às cegas em uma negociação com suas transportadoras. Veja alguns abaixo e preencha seus dados para acessar o material completo gratuitamente.

  • check-red

    Peso bruto ou cubado
    As transportadoras avaliam o peso bruto e o peso cubado das cargas, pois os mesmos são o elemento principal para definir o valor a ser pago pelo transporte. O frete será cobrado conforme o peso ou o espaço que a carga ocupa, em geral seguindo a diretriz: “o que der o preço maior”.

  • check-red

    Custo do pedágio
    Esse componente é repassado aos embarcadores e dependendo do tipo de equipamento ele tem grande peso na formação do preço. Normalmente as transportadoras rateiam esse custo quando o transporte fornecido considera coletas e entregas fracionadas.

Sem spam! Não compartilharemos seu email.
Só te enviaremos os melhores materiais 📈

  • check-red

    Gerenciamento de risco
    São taxas decorrentes das ações necessárias para mitigar o roubo ou desvio de cargas. Normalmente é um percentual do valor da nota fiscal.

  • check-red

    Custo operacional e financeiro

    É claro que calculam seus custos internos nas operações de transporte e do financiamento de determinadas condições comerciais e nos repassam, ainda que isso dificilmente seja feito de forma direta, por meio de item de preço específico, sendo diluído no conjunto dos demais elementos da tabela de fretes.